sábado, 6 de outubro de 2007

Comerciantes desesperados

E a PA-279 está fervilhando de notícias. As associações comerciais de Ourilândia e Tucumã preparam, para a próxima semana, um grande manifesto em protesto pelos altos prejuízos do comércio nos dois municípios, em virtude da falência de empreiteiras que prestavam serviços à Companhia Vale do Rio Doce no Projeto Onça Puma, em Ourilândia do Norte.

Segundo o ex-prefeito de Tucumã, Laudi Witeck, que é um dos líderes do movimento, os comerciantes querem que a Vale assuma os compromissos não honrados por suas empreiteiras junto ao comércio local. Caso contrário, vão fechar o comércio por um dia e realizar um grande manifesto contra a multinacional.

Witeck, que prestou informações em linha direta com o blog, não falou de interdição da rodovia PA-279, mas como em todas as manifestações naquela área a estrada acaba fechada, é bem provável que haja interrupção no tráfego de veículos, caso a manifestação seja mesmo realizada.

Segundo o ex-prefeito, os comerciantes vão esperar uma resposta da Vale até terça ou quarta-feira. Se a companhia não tiver uma solução para o problema, o protesto será iniciado.

Ele conta que o prejuízo tem sido muito grande, com a rescisão dos contratos de muitas empreiteiras pela Vale. A companhia rescinde os contratos e as empreiteiras não pagam o que devem na praça.

Ninguém agüenta mais, diz ele, que prevê um grande caos social se a situação continuar. A quebradeira das empreiteiras, prevê, vai começar a acontecer também nas empresas locais, que não têm como honrar seus compromissos se não receberem seus créditos junto às prestadoras de serviço da CVRD.

2 comentários:

Juvencio de Arruda disse...

João Carlos, nobre, não existe investigação de crédito nessas empresas? Não existe Serasa, SPC, busca em cartórios e distribuidoras feitas por essas empresas? Não existem advogados, justiça, procedimentos de cobrança?
A empreiteira quebrou e a madrasta CVRD paga?
Esta "aval" teria sido acertado na hora da venda?
E agora ameaçam bloquear a estrada?
Ora me comprem um bode, esses comerciantes de quarto de tigela.
Bom final de semana prá vc e os seus, João Carlos.

João Carlos Rodrigues disse...

O bloqueio da estrada � por minha conta, caro Juv�ncio. O Sr. Laudi Witeck n�o falou de interdi�o, mas como por aqui j� virou moda esse neg�cio da avacalhar com a vida de quem nada tem a ver com o problema...
Quanto ao relacionamento do com�rcio local com as empreiteiras, duvido muito que havia sido estabelecido o "aval" da Vale.
Voc� tem raz�o em tudo o que diz, meu caro. As empresas precisam aprender a jogar de acordo com as regras do jogo. Como diria o velho Collor de Mello, na �poca da Presid�ncia, "quem n�o tem compet�ncia n�o se estabele�a".