sábado, 13 de outubro de 2012

Olá, amigos! Depois de três meses afastado do Blog e da minha coluna no Jornal Opinião (Coisas da Política), estamos de volta. Durante esse período, estivemos prestando consultoria a algumas candidaturas no sul do Pará.

Retomamos a Coluna esta semana e estamos preparando um novo projeto para o Blog, que entrará no ar muito em breve.

Aguardem! Creio que vocês gostarão do que virá.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Coisas da Política, 14 e 15 de junho de 2012*


Tem muita gente acreditando que não será fácil a vida do prefeito de Tucumã, Celso Lopes Cardoso (PSD), que deve tentar a reeleição em outubro. Na avaliação desses observadores, a oposição pode dar um trabalho danado ao prefeito e até vencer a eleição. Lopes deixou a presidência da Amat há poucos dias para se habilitar como candidato a um novo mandato.

Pré-candidato
Confirmado para esta sexta-feira (15), às 19h, na Câmara Municipal, o lançamento da pré-candidatura do deputado estadual João Salame (PPS) à Prefeitura de Marabá, com apoio do PMDB, PT e PDT. O PV e outros partidos que participam das articulações da chamada Terceira Via também estarão representados.
Apoio
Também está confirmada a participação do senador Jader Barbalho e do prefeito de Ananindeua, Helder Barbalho, líderes do PMDB do Pará; dos deputados federais Giovanni Queiroz (PDT) e Asdrúbal Bentes (PMDB); e da deputada estadual Bernadete ten Caten (PT). Outros políticos das legendas aliadas também devem prestigiar João Salame.
E mais
O vereador Nagib Mutran Neto e empresário Ítalo Ipojucan (PMDB), Luiz Carlos Pies e Luiz Bressan (PT), além de outros líderes locais e militantes dos partidos da Terceira Via também participam. Prefeitos, vereadores e outras lideranças regionais ligadas a Salame já confirmaram presença.
Sofrimento
Quem precisa trafegar regularmente pela PA-279, que liga Xinguara a São Félix do Xingu, já não sabe mais o que fazer com o estado de abandono da rodovia. Nos 100 quilômetros que separam Tucumã do Xingu, ainda restam 30 quilômetros sem pavimentação. Os outros 70 quilômetros, feitos no governo de Ana Júlia (PT), estão em estado lastimável.
Prejuízo
A demora do Estado em concluir a rodovia, segundo fontes da Coluna em São Félix do Xingu, tem causado grandes prejuízos ao município. Um frigorífico pronto para entrar em operação não consegue licença do Ministério da Agricultura por causa dos benditos 30 quilômetros ainda de terra da estrada. E isso no município que tem o maior rebanho bovino do Estado.
Dureza
Para completar, a única empresa aérea que operava em São Félix, com voos comerciais diários, deixou de atender a cidade sem maiores explicações. Quem vai de avião para o município é obrigado a desembarcar em Ourilândia do Norte e enfrentar de carro a dureza da PA-279.
Não colou
Parece que complicou um tantinho a estratégia do empresário Marcelo Porto, de Jacundá, de levar o PSDB a apoiar a candidatura à reeleição do prefeito Izaldino Altoé (PT). Lideranças estaduais do partido já reagiram à possibilidade e declaram ser impossível o “casamento” entre PT e PSDB.
Oposição
O deputado federal Wandenkolk Gonçalves, nomeado pela cúpula tucana como principal articulador do PSDB no sul e sudeste do Pará, garante que seu partido não caminhará com Izaldino Altoé. Segundo o deputado, os tucanos estarão alinhados com a oposição, o que frustra todas as articulações daqueles que queriam colocar o PSDB no colo de Altoé.

No próximo sábado (16), acontece o lançamento da pré-candidatura do advogado Everaldo França (PPS) à Prefeitura de Conceição do Araguaia. França já foi vice-prefeito e secretário de Educação do município e agora vai colocar o seu nome para avaliação dos eleitores, postulando o cargo mais alto da administração municipal.

*Publicada originalmente no Jornal Opinião.

sábado, 9 de junho de 2012

Coisas da Política, 9 a 11 de junho de 2012*

O deputado Giovanni Queiroz foi reeleito presidente estadual do PDT, ontem (8), em Belém, durante o 10º Congresso e Convenção Estadual do partido. O evento reuniu lideranças de todas as regiões do Pará e serviu também para orientar os candidatos com relação à legislação que regulamenta as eleições deste ano. 

Sem restrição
Pelo voto da unanimidade dos mais de 200 militantes das diversas tendências do partido, o PT de Marabá decidiu apoiar a pré-candidatura do deputado João Salame (PPS) à prefeitura. A decisão foi tomada na última quinta-feira (7), em plenária do partido no auditório do campus I da UFPA.
Líderes
As principais lideranças do PT marabaense estavam presentes. Entre elas, a deputada Bernadete ten Caten, a vereadora Antônia Carvalho, Luiz Carlos Pies e Luiz Bressan, presidente do diretório municipal do partido em Marabá.
Aliados
Também participaram da reunião, na condição de convidados, representantes dos demais partidos da chamada Terceira Via: Ítalo Ipojucan (PMDB), Jorge Brasil (PV) e Daniel de Sá (PDT). João Salame e Roberto Salame Filho representaram o PPS.
Vice
Não houve nenhuma abstenção e nenhum voto contra. Luiz Carlos Pies foi indicado pelos militantes do partido para compor como candidato a vice-prefeito na chapa da Terceira via. A escolha do vice será discutida pelo conjunto dos partidos da frente.
Lançamento
E o anúncio oficial do apoio dos vários partidos da Terceira Via à pré-candidatura de João Salame à prefeitura já tem data marcada. Será na próxima sexta-feira (15), com a presença dos dirigentes das várias legendas que compõem o grupo.
União
Em Água Azul do Norte, na PA-279, cresce o nome do vereador Teomílio Lopes de Souza, o Netão (PSC), como possível candidato a prefeito na eleição deste ano. Com bom trânsito em todos os seguimentos sociais, Netão pode ser o nome que unirá os grupos do atual prefeito Renan Lopes Souto (PMDB) e do ex-prefeito José Francisco da Silva (PSDB).
Oposição
Mas há outros nomes que podem representar o grupo da situação na disputa da prefeitura, em Água Azul. Pela oposição, o nome mais forte é o de Deusmir Luiz Gonçalves (PT). O vice de Gonçalves será o também vereador Nemésio Ferreira de Oliveira, o Netinho (PTB).
Consolidado
No município de São Félix do Xingu, na PA-279, está consolidada a candidatura do empresário João Kleber (PPS) à prefeitura. O PR, PV e PRTB devem compor na coligação do PPS.
Dissidência
Minervina Maria de Barros Silva, do PDT, que também conversa com o grupo, ameaça sair com candidatura própria. O PT, que também tem pré-candidato a prefeito, já avisou que pode ir junto com Minervina, caso ela decida mesmo encarar a disputa.
Decidido
O PMDB e o PT bateram o martelo e estarão juntos na disputa da Prefeitura de Parauapebas. O candidato a prefeito será José das Dores Coutinho, do Partido dos Trabalhadores, que terá como candidata a vice a ex-prefeita e ex-deputada Bel Mesquita (PMDB).

Em Jacundá, a oposição continua trabalhando na formação de uma frente suprapartidária. A primeira conversa reuniu o PPS, PSC, PV, DEM, PMN, PRP e PSDC. A coordenação da frente vem conversando com outros partidos considerados de oposição e também com alguns insatisfeitos da base governista.


===========

*Publicada originalmente no Jornal Opinião, edição de hoje.

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Crimes ambientais

O texto abaixo foi enviado pela Assessoria de Comunicação do Disque Denúncia Marabá, nesta terça-feira, Dia Mundial do Meio Ambiente:

"Em ocasião ao Dia Mundial do Meio Ambiente, o Disque Denúncia Marabá divulga dados alarmantes: cerca de 120 denúncias referentes a crimes ambientais. Compreendendo a importância da preservação do meio ambiente na vida de todos nós e com intuito de sensibilizar a sociedade civil, autoridades locais, e ainda meios de comunicação, em favor do meio ambiente, a central, que já funciona em Marabá há seis meses, estimula a população a denunciar crimes ambientais.
Segundo o banco de dados da central este assunto ocupa o 10º lugar, e têm como as irregularidades mais denunciadas: desmatamento, poluição do ar e poluição das águas. A noção de sustentabilidade necessariamente deve ter início nos primeiros anos da vida escolar, com o intuito de se obter a integração da escola e comunidade. “As questões ambientais estão diretamente ligados na qualidade de vida da população e a emergência sobre o tema deve ser estratégico e inserido em todas as esferas da sociedade”, afirmou Igor Guedes, coordenador do serviço no município.
Conheça alguns crimes ambientais que podem ser denunciadas:
- Poluição das águas
- Poluição do ar
- Lixo acumulado
- Desmatamento florestal
- Extração irregular das árvores
- Queimadas
- Balões
- Caça ilegal de animais
- Maus tratos contra animais
- Extração irregular do solo
- Guarda/ comércio de animais silvestres."

terça-feira, 5 de junho de 2012

O cenário das eleições em Redenção

Lá pelas bandas de Redenção, pelo menos quatro nomes se colocam como possíveis candidatos à prefeitura este ano. Wagner Fontes (PTB) deve tentar a reeleição. O ex-prefeito Jorge Paulo da Silva, o JPC (PMN), garante que não tem nenhum impedimento legal e que também será candidato. O empresário Iavé Furtado (PMDB) foi lançado há poucos dias com toda a pompa e circunstância por Helder Barbalho. Por fim, o vereador Vanderlei Coimbra (PRP) também já se apresentou como candidato a suceder Wagner Fontes na prefeitura.

Fala-se, inclusive, na possibilidade de Coimbra ter como candidata a vice a ex-primeira-dama Érica de Cássia,   ex-mulher de Jorge Paulo da Silva.

Giro pela política da região

Em Rondon do Pará, o PMDB, depois de namorar uma vice-candidatura na chapa do PP, decidiu encarar a briga como cabeça de chapa na disputa da prefeitura. O pré-candidato dos peemedebistas é o ex-prefeito Edilson Oliveira.

O PP rondonense deve ir de Elias Ferraz e o PSDB aposta na reeleição da prefeita Cristina Malcher, filiada ao partido. O PT e o PPS também ainda ensaiam candidaturas próprias.

**********

Em Xinguara, Osvaldo Assunção (PMDB) ainda é tido como franco favorito para a sucessão do prefeito José Davi Passos (PT). O empresário Amarildo Paulino da Silva, filho do prefeito de São Félix do Xingu, Antônio Levino (PTB), ainda se mantém como pré-candidato pelo PSDB e espera contar com o apoio do governador Simão Jatene e de toda a cúpula do governo.

O médico Moacir Pires de Faria é pré-candidato pelo PDT, o vereador Valdir Manoel da Silva também está na briga pelo PT e há ainda outros nomes de olho na prefeitura: Arivaldo Nascimento e Albertinho Nogueira, pelo PSB, e Roberto da Arauto, pelo PR.

Mas o que se fala a boca miúda é que não haverá tantos candidatos, quanto pretendentes. Os "casamentos" estão sendo negociados a todo vapor e tudo é possível, na avaliação de muitos observadores da cena política xinguarense. Até mesmo a união do PT com o PMDB, que colocaria no mesmo palanque os ainda "inimigos" Osvaldinho Assunção e Davi Passos.

Por incrível que pareça, a possibilidade de o PDT também se coligar com o PMDB de Osvaldinho não está descartada.

É todo mundo negociando com todo mundo, na política de Xinguara!

**********

Em Jacundá, o prefeito Izaldino Altoé (PT), mesmo enfraquecido pela saída do PSC e do PPS de seu grupo, está no páreo para tentar um segundo mandato na prefeitura.

O PPS, pelo menos por enquanto, diz que vai de Marquinhos Eleutério, que foi lançado pré-candidato a prefeito há poucos dias. O PSC, com as bênçãos do deputado federal Zequinha Marinho, lançou o empresário José Mauro para tentar tomar a cadeira de Altoé.

Marcelo Porto (PSDB) ensaiou candidatura, mas tudo indica que apoiará a tentativa de reeleição de Izaldino Altoé. Tucanos e petistas no mesmo palanque será um espetáculo interessante de se ver.

**********

Em Marabá, já confirmaram intenção de registrar candidaturas o deputado Tião Miranda (PTB), o prefeito Maurino Magalhães (PR) e Manoel da Cosanpa (PSOL).

PPS, PV, PDT, PMDB e PT finalizam negociações para formar uma frente que possa apresentar uma candidatura alternativa para o eleitor. Do grupo, são pré-candidatos João Salame (PPS), Jorge Bichara (PV), Ítalo Ipojucan (PMDB) e Luiz Carlos Pies (PT).

Segundo as pesquisas divulgadas até agora, o nome que tem mais chances de tentar desbancar o líder Tião Miranda é o do deputado João Salame, segundo colocado nas duas pesquisas com registro no TSE divulgadas até agora.

No último fim de semana, o blog do jornalista Hiróshi Bogea divulgou pesquisa. Veja os números AQUI.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Coisas da Política, 17 e 18 de maio de 2012

Professores da Universidade Federal do Pará (UFPA) entram em greve hoje (17), sem previsão de retorno. O movimento é nacional e busca pressionar o governo de Dilma Rousseff (PT), que tem ignorado as reivindicações da categoria. Em Marabá, está prevista concentração às 17h, no Campus I, Nova Marabá.

Conversa
O deputado João Salame (PPS) e o prefeito de Ananindeua, Helder Barbalho (PMDB), têm reunião marcada para esta quinta-feira, em Belém. Mais uma vez, vão falar de eleições municipais e avaliar o quadro político em vários municípios do Estado, incluindo Marabá.
Emendas
A Assembleia Legislativa do Estado (Alepa) vai devolver R$ 5 milhões ao governo. O dinheiro será transformado em emendas parlamentares e cada deputado poderá destinar R$ 120 mil aos municípios.
Aliança
Em Canaã dos Carajás, PT e PMDB decidiram fechar aliança para as eleições municipais deste ano. O candidato a prefeito será o peemedebista Jeová Andrade. As conversas entre PMDB e PT devem render parcerias em muitos outros municípios do Estado.
Falha
Em Xinguara, uma falha do cerimonial na solenidade de entrega de uma ambulância numa vila do município pode ter causado um desarranjo na base de apoio do prefeito Davi Passos (PT). Um dos cinco pré-candidatos a prefeito ligados a Passos sinaliza estar de saída do grupo, aborrecido por ter sido ignorado no evento.
Defesa
O deputado José Megale (PSDB) se manifestou sobre as acusações de que teria assinado cheques para pagar serviços e produtos nunca entregues à Alepa, quando era vice-presidente da Casa. Segundo ele, as assinaturas eram atos de rotina na ausência do presidente, sempre com base em pareceres do setor jurídico.
Boa-fé
Megale disse que tudo que assinou enquanto no exercício da presidência o fez de boa-fé. Ele afirmou que não teria razões para suspeitar de qualquer irregularidade nos processos que estavam tramitando normalmente na Casa. O deputado se colocou à disposição da Justiça para esclarecer o que for necessário.
Internado
O vereador Nagib Mutran Neto (PMDB), presidente da Câmara Municipal de Marabá, está em Belém acompanhando o pai, Vavá Mutran, que está internado em CTI (Centro de Terapia Intensiva). O quadro inspira cuidados.
Opção
O ex-deputado estadual e ex-vice-prefeito de Xinguara, Clécio Witeck, poderá ser o candidato da situação à Prefeitura de Água Azul do Norte. Filiado ao PDT, Witeck tem bom trânsito no governo e, segundo observadores da política local, é o nome capaz de unir o atual prefeito Renan Lopes Souto (PMDB) e o ex-prefeito José Francisco da Silva (PSDB).
Estradas
Autoridades federais e estaduais do setor de transportes foram convidadas pela Assembleia Legislativa do Pará para a sessão especial que irá debater os problemas da malha rodoviária do Estado. Solicitada pelos deputados Airton Faleiro e Zé Maria, ambos do PT, a reunião acontece hoje, a partir das 9h.

Aprovado em primeira discussão a proposta que prevê o aumento do número de vereadores de 11 para 15 em Parauapebas. O projeto foi votado na última terça-feira, em sessão ordinária da Câmara, e está de acordo com a Constituição Federal, que delegou aos municípios a competência para definir a quantidade de vereadores.

sábado, 3 de março de 2012

Coisas da Política 3 a 5 de março de 2012


Lideranças do PDT no sul e sudeste do Pará se reúnem em Marabá, no dia 24 deste mês. O deputado federal Giovanni Queiroz, presidente do partido no Estado, conduzirá as discussões sobre as estratégias da legenda para as eleições deste ano. Aí incluídas coligações e candidaturas próprias às prefeituras da região.

Alpa já
No próximo dia 16, o empresário Ítalo Ipojucan, o vereador Nagib Mutran Neto (PMDB) e o deputado estadual João Salame (PPS) comandam reunião com lideranças populares, empresarias e políticas para lançar o movimento “Alpa Já”. Será no plenário da Câmara Municipal de Marabá, às 19h30.
Fim da linha
A reunião servirá para cobrar um posicionamento definitivo sobre a construção da siderúrgica Aços Laminados do Pará, da empresa Vale. Será o passo inicial do movimento, que deve mobilizar a sociedade para a realização de atos públicos e pode chegar a manifestações mais radicais em defesa da implantação da Alpa em Marabá.
Prévias
O PT realiza prévias, no dia 25 de março, para escolha de seu candidato à Prefeitura de Marabá. Na disputa, o ex-vereador Ademir Martins, da tendência Democracia Socialista (DS); Williamson do Brasil de Souza Lima, o Zuca da Emater, da Articulação Socialista (AS); Luís Carlos Pies, do PT pra Valer; e Marcelo Alves, da Articulação Carajás (Arca).
Av. São Paulo
O prefeito Maurino Magalhães (PR) assina, nas próximas horas, a ordem de serviço para a retomada da construção de galeria na Avenida São Paulo, bairro Belo Horizonte. Parada há 17 anos, a obra foi reiniciada em 2007, através da aplicação de emenda de R$ 100 mil do deputado João Salame.
Nova emenda
Agora, Salame conseguiu mais R$ 100 mil, que já estão depositados na conta da prefeitura. O compromisso do prefeito Maurino é de entrar com outros R$ 100 mil de recursos próprios do município para que a obra seja finalmente concluída.
Atraso
A lentidão da Justiça Eleitoral cria situações que beiram ao ridículo. Na quinta-feira, 1º de março de 2012, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu multar Lula, Dilma e o PT por crime eleitoral cometido em 2010, quando todos os punidos já estão preocupados é com 2014. Às vezes, parece que o crime compensa.
Força
O empresário e desportista Erton Luiz Vigne, o Gaúcho, mostrou força reunindo cerca de 500 pessoas no lançamento de sua pré-candidatura a vereador. Foi na noite da última quinta-feira (1º), numa casa de eventos do bairro Morada Nova.
Renovação
Filiado ao PPS, Gaúcho reuniu amigos de todos os setores da cidade, numa demonstração de que dará trabalho na disputa por uma das cadeiras da Câmara. E foi saudado como um dos possíveis representantes da esperada renovação do Legislativo marabaense.
Democratas
Sob o comando do empresário Reinaldo Zucatelli, seu presidente municipal, o Democratas (DEM) reúne lideranças regionais e estaduais em Marabá, no próximo dia 23. O deputado federal Lira Maia, presidente estadual do DEM, já confirmou presença.

Políticos que tiveram as contas de candidaturas anteriores rejeitadas pela Justiça Eleitoral podem colocar as barbas de molho. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em uma drástica mudança com relação a julgamentos anteriores, decidiu que quem não apresentar certidão de quitação eleitoral não poderá registrar candidatura em 2012.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Coisas da Política, 28 e 29 de fevereiro de 2012

A cada dia se mostra mais clara a possibilidade da formação de um grupo independente com dez deputados na Assembleia Legislativa do Estado (Alepa). A possível criação do novo bloco é fruto da enorme insatisfação dos parlamentares com o tratamento que eles vêm recebendo do governo do Estado.

Amat
O prefeito de Tucumã, Celso Lopes Cardoso (PSD), foi confirmado ontem (27) como novo presidente da Associação dos Municípios do Araguaia, Tocantins e Carajás (Amat-Carajás). Os prefeitos reunidos na sede da entidade, em Belém, decidiram dar posse ao mais velho dos dois candidatos que disputaram a eleição, que terminou empatada em 17 votos.
Quase vice
O outro candidato era o prefeito de Abel Figueiredo, Hidelfonso de Abreu Araújo (PP). Antes de anunciar o nome de Celso Lopes, os prefeitos tentaram de todas as formas o entendimento entre os dois candidatos. Houve até mesmo a tentativa de colocar Hidelfonso como vice de Celso.
Por idade
Mas essa operação se mostrou frustrada, depois que o vice de Celso, prefeito Edson Alvarenga (PTB), de Nova Ipixuna, bateu o pé e não cedeu a vaga. Assim, os prefeitos resolveram dar posse ao candidato mais velho, apesar da completa omissão do estatuto da Amat sobre critérios para o desempate da eleição.
Divisão
Com esse resultado, venceu o governo do Estado, que colocou todas as suas fichas e forças em favor da candidatura de Celso Lopes. Por motivos óbvios, os prefeitos nem querem tocar no assunto, mas muita gente vê sair desse episódio uma Amat fragilizada, muito diferente da grande associação municipalista de um passado nem tão distante.
Visita
O engenheiro Martiniano Cavalcante, membro da executiva nacional do PSOL, está articulando a vinda das ex-senadoras Marina Silva (sem partido) e Heloisa Helena (PSOL) a Marabá. Martiniano e outras lideranças da esquerda brasileira estão trabalhando na organização de um novo partido político com a participação de Heloísa e Marina.
Sonho
Aproximam-se as eleições e o que mais se vê são ex-prefeitos querendo voltar às prefeituras de seus municípios. Entre os ex que podem ser candidatos estão Bel Mesquita e Faisal Salmen (Parauapebas), Mário Moreira e JPC (Redenção), Tião Miranda (Marabá), Adécimo Gomes (Itupiranga), Adelar Pelegrini (Tucumã) e Denimar Rodrigues (São Félix do Xingu).
Luto
Por conta da morte do deputado estadual Alessandro Novelino (PMN), em acidente de avião no último sábado (25), a Assembleia Legislativa só retoma suas atividades nesta quarta-feira. Hoje (28) ainda é dia de luto na Casa.
Posse
Dessa forma, a posse do suplente Nélio Aguiar, também do PMN, só deve acontecer a partir de amanhã. O novo deputado, que teve 19.151 votos na eleição de 2010, é de Santarém, onde exercia até a semana passada mandato de vereador. Ele também já foi secretário de Saúde daquele município.

O vereador licenciado Miguelito Gomes Filho (PP) já está em Marabá, depois de passar por cirurgia em Goiânia. Miguelito está se recuperando da cirurgia e se preparando para enfrentar a maratona das eleições municipais deste ano, quando deve tentar a reeleição para o Legislativo, apesar de ter sempre o nome comentado para outros cargos.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Celso Lopes é confirmado presidente da Amat

Depois de muito disse-me-disse, os prefeitos da Amat decidiram confirmar Celso Lopes Cardoso (PSD), prefeito de Tucumã, como presidente da entidade.

Foi agora há pouco, na sede da associação em Belém. Intensas conversas antecederam a decisão, até que saiu o acordo.

Como o resultado da eleição foi empate (17 a 17), os prefeitos entenderam hoje que deveriam dar posse ao mais velho dos dois postulantes, apesar de o estatuto da entidade ser omisso sobre o assunto. O outro candidato, como publicamos aqui no dia da eleição, era o prefeito de Abel Figueiredo, Hidelfonso de Abreu Araújo (PP).

Nas muitas negociações no decorrer do dia, tentando encontrar uma saída para o imbróglio, alguém pensou até em dar um "canto de carroceria" no vice-presidente da chapa de Celso Lopes, prefeito Edson Alvarenga (PTB), de Nova Ipixuna. A ideia era colocar Hidelfonso de vice e correr pro abraço.

Mas o arrojado Alvarenga não abriu e a chapa foi mantida, com Celso presidente e Alvarenga vice.

Venceu então a mão forte do governo do Estado.

Apesar de prefeitos ouvidos pelo blog negarem, a Amat sai enfraquecida do episódio. Se não dividida...

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Coisas da Política, 18 a 25 de fevereiro de 2012

A exemplo dos órgãos do Estado, as repartições públicas municipais de Marabá também fecharam as portas nesta sexta-feira (17) para só retomar o atendimento ao público na próxima quinta-feira (23). No período carnavalesco, apenas os serviços essenciais estarão funcionando.

Ficha limpa
Depois de muita polêmica, o Supremo Tribunal Federal (STF) validou a Lei da Ficha Limpa. Assim, já a partir das eleições deste ano, as regras previstas na citada lei estarão em vigor. O que coloca no estaleiro muitos políticos com a inelegibilidade de oito anos determinada pela lei declarada constitucional pelo Supremo.
Inelegíveis
No Pará, políticos conhecidos devem sofrer as consequências da decisão do STF. Paulo Rocha (PT) ficou inelegível até janeiro de 2015, por ter renunciado ao mandato de deputado federal. Luiz Sefer (PP) renunciou ao mandato de deputado estadual e estará inelegível até janeiro de 2019.
Dançou
Além destes, o deputado estadual Chico da Pesca (PT), que acaba de ter o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), também entrou na dança da Lei da Ficha Limpa. Por ter sido condenado por um colegiado, o petista corre o risco de não disputar eleições até agosto de 2019.
Etanol
Deputados da Frente Parlamentar da Agricultura tentam derrubar o decreto presidencial que proíbe a produção de biocombustível na Amazônia. O objetivo é permitir o plantio de cana-de-açúcar para produção de etanol na região. Segundo os parlamentares, só no Pará há 16 milhões de hectares propícios para isso.
Hospitalidade
A população de Santarém recebeu o governador Simão Jatene (PSDB) sem nenhuma hostilidade. E não poderia ser diferente. Apesar do apoio explícito do governador à campanha contra a divisão do Pará, a luta pela criação do Tapajós e Carajás precisa continuar em clima de paz, sem extremismos.
Agenda
Deputados da CPI do Tráfico Humano definiram, em reunião nesta semana, a agenda de trabalho da comissão até o encerramento dos trabalhos, previsto para 22 de abril. Participaram da reunião os deputados João Salame (PPS), Carlos Bordalo (PT), Pastor Divino (PRB) e Edmilson Rodrigues (PSOL).
Novela
Até a análise dos embargos impetrados pelos advogados do prefeito Izaldino Altoé (PT), em processo que corre no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ele permanecerá na Prefeitura de Jacundá. A cada dia, diminuem as chances de Ronaldo Martins (PMDB) assumir a cadeira de prefeito.
Troca
É dada como certa a nomeação do deputado estadual Celso Sabino (PR) para a Secretaria de Estado de Trabalho, Emprego e Renda (Seter). Ele vai substituir seu companheiro de partido, deputado Júnior Hage, que voltará à Assembleia Legislativa.
Suplente
A bem da verdade, Sabino é suplente de deputado estadual e estava exercendo mandato enquanto Hage comandava a Seter. De acordo com informações que chegam da capital, o novo titular da secretaria deve assumir logo depois do carnaval.

Termina neste mês o prazo de seis meses determinado pela Justiça para a permanência do Detran nas ruas de Jacundá. Muito se questionou sobre uma banca examinadora do órgão na cidade, mas até a presente data nada foi resolvido. Enquanto isso os interessados recorrem a Marabá para tirar a Carteira Nacional de Habilitação.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Coisas da Política, 16 e 17 de fevereiro de 2012

O deputado federal Lira Maia (DEM-PA) criticou as modificações feitas pelo Senado no projeto do novo Código Florestal. Segundo ele, os pontos mudados servirão mais para beneficiar os interesses internacionais do que para proteger o meio ambiente. Além de prejudicar a produção rural brasileira.

Abandono
O deputado Martinho Carmona (PMDB) é mais um a deixar a base de sustentação do governador Simão Jatene (PSDB) na Assembleia Legislativa. A justificativa para pular fora do barco governista tem a ver com compromissos não cumpridos pelo governo.
Promessa
Segundo Carmona, para que ele apoiasse Jatene no segundo turno da eleição de 2010 lhe foi prometida participação efetiva no governo. Mas, segundo o deputado, até agora não recebeu nadica de nada e vem sendo empurrando com a barriga. Por isso, decidiu cair fora.
Seminário
Sob o comando de seu presidente regional, deputado federal Giovanni Queiroz, o PDT realiza seminário estadual no próximo dia 24, em Belém. O polêmico ex-ministro do trabalho, Carlos Lupi, presidente nacional da legenda, será a grande estrela do evento.
Violência
A unanimidade dos deputados estaduais do Pará aprovou ontem (15) projeto de lei de autoria do deputado Zé Maria (PT) que institui a data de 12 de fevereiro como Dia Estadual de Combate à Violência no Campo. A data foi escolhida porque é a mesma da morte da missionária Dorothy Stang, assassinada em 2005.
Caixa 2
Absolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral (3 votos a 2) no caso do caixa 2, o prefeito Maurino Magalhães de Lima (PR) disse que vai se dedicar agora a projetos, obras e ações que beneficiam a população. Para absolver Maurino, o TRE acatou a tese da intempestividade da denúncia de caixa 2 na campanha de 2008.
No Tapajós
Alenquer e Santarém servirão de termômetro para que o governador Simão Jatene sinta o ânimo da população do oeste do Pará no pós-plebiscito. Ele está desde ontem visitando os dois municípios.
Agenda
Em Alenquer, o governador assinou ordem de serviço para construção de ponte. Em Santarém, ele lança o projeto do novo estádio de futebol, entrega viaturas policiais e participa de reuniões com políticos e empresários. Jatene iria também a Itaituba, mas no fim da tarde de ontem correu a informação do cancelamento dessa parte da agenda.
Interino
Em Canaã dos Carajás, o prefeito em exercício Itamar Francisco da Silva (PTB), diz que a situação é grave na prefeitura. O vice, que assumiu depois que a Justiça afastou o titular Anuar Alves da Silva (PDT), afirma que está tranquilo e tentará fazer o melhor enquanto permanecer no cargo.
Obras inacabadas
Itamar Silva diz que se a Justiça o mantiver no cargo até o fim do mandato, a prioridade é consertar as finanças do município e concluir obras que foram deixadas inacabadas por Anuar Alves. Parceiros e companheiros de chapa na eleição de 2008, Itamar e Anuar se tornaram inimigos no decorrer do mandato.

Na segunda-feira e na quarta-feira da próxima semana será ponto facultativo nas repartições públicas do Estado, que só voltarão a atender normalmente na quinta (23). Exceção apenas para as áreas de arrecadação, saúde e segurança pública, que terão escalas especiais de servidores para atender a população.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Maurino absolvido pelo TRE

O prefeito de Marabá, Maurino Magalhães de Lima (PR), foi absolvido hoje pela manhã, no Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), da acusação de crime de caixa 2 na campanha eleitoral de 2008. Por 3 votos a 2, os juízes decidiram pela intempestividade da denúncia feita pelo PPS em 2009 e mantiveram Maurino e seu vice, Nagilson Amoury (PRB), nos seus respectivos cargos.

Coisas da Política, 14 e 15 de fevereiro de 2012

Até a próxima quinta-feira (16), o Departamento de Trânsito do Pará (Detran) vai funcionar uma hora a mais no atendimento ao público, todos os dias. Tudo para compensar o ponto facultativo de 20 a 22 deste mês, durante o período de carnaval. O horário estendido vale para todas as representações do órgão no Estado.

Empatou
Nesta segunda-feira (13), terminou empatada a votação para escolha do novo presidente da Associação dos Municípios do Araguaia, Tocantins e Carajás (Amat-Carajás), numa das eleições mais disputadas da história da entidade. Os candidatos Celso Lopes Cardoso (PSD), de Tucumã, e Hidelfonso de Abreu Araújo (PP), de Abel Figueiredo, tiveram 17 votos cada.
Imbróglio
Como o estatuto da Amat não prevê critérios para o desempate, os prefeitos decidiram suspender o processo eleitoral e nova reunião foi marcada para o próximo dia 27, em Belém, quando será tentada uma solução negociada para a situação. Enquanto isso, Luciano Guedes continua presidindo a associação.
Sumiu
Intrigou a todos os que participaram ou acompanharam a eleição o sumiço de um voto. Eram 35 aptos a votar, todos assinaram a lista de votação, mas apareceram apenas 34 votos. Para onde terá ido o trigésimo quinto?
Cabo eleitoral
O governo do Estado investiu pesado na candidatura de Celso Lopes Cardoso, prefeito de Tucumã. Estavam presentes à assembleia da Amat o ex-deputado tucano Ítalo Mácola (atual secretário da Assembleia Legislativa) e representantes do cerimonial do Palácio dos Despachos, numa clara demonstração de como o governo encarou a eleição.
Fiel
O deputado Tião Miranda (PTB) também emprestou apoio ao candidato de Simão Jatene (PSDB), dando mostras, mais uma vez, de seu afinado alinhamento com o governador. Já o presidente da Federação das Associações de Municípios do Estado do Pará (Famep), Helder Barbalho (PMDB), compareceu em apoio ao candidato Hidelfonso Araújo.
Frentes
Aliás, todo o PMDB e também o PT fecharam em torno da candidatura do prefeito de Abel Figueiredo. O PSDB e o PSD lideraram o apoio ao prefeito de Tucumã.
Carajás
Antes da votação, a pedido da atual diretoria da Amat, o deputado estadual João Salame (PPS) fez um balanço da campanha pela criação do Estado de Carajás. O parlamentar fez um apelo pela continuidade da união dos prefeitos em torno da causa.
Caixa 2
É grande a expectativa sobre o julgamento do prefeito Maurino Magalhães de Lima (PR), previsto para hoje (14) no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O pleno do tribunal decidirá se mantém ou não a cassação do mandato do prefeito, acusado de crime de caixa 2 na campanha de 2008.
Os fatos
Maurino foi cassado em novembro de 2011, pela juíza eleitoral Cláudia Regina Moreira Favacho Moura, depois de um longo processo que se arrastava desde 2009. Conforme já publicado aqui, o Ministério Público Eleitoral (MPE) junto ao TRE deu parecer contrário ao prefeito e afirmou que ele perdeu o prazo para recorrer da sentença de cassação.

Em pronunciamento na Câmara dos Deputados, na semana passada, o deputado Giovanni Queiroz (PDT) pediu intervenção federal no Pará. Ele acusa o governo do Estado de não cumprir ordens judiciais de reintegração de posse. Na visão dele, a insegurança jurídica pelo não cumprimento dos mandados está afastando do Pará possíveis investidores.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Coisas da Política, 9 e 10 de fevereiro de 2012

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa do Estado (Alepa), a deputada Bernadete ten Caten (PT) pediu a imediata recuperação das rodovias estaduais PA-287 (Redenção-Conceição), PA-275 (Eldorado-Parauapebas), PA-150 (Marabá-Alça Viária) e BR-155 (Marabá-Redenção). Todas em péssimo estado de conservação.

Duas chapas
Apesar das tentativas de buscar o consenso, a Associação dos Municípios do Araguaia, Tocantins e Carajás (Amat Carajás) terá pelo menos dois candidatos a presidente. Estão na disputa os prefeitos de Abel Figueiredo, Hidelfonso de Abreu Araújo (PP), e de Tucumã, Celso Lopes Cardoso (PSD), que tem o apoio do governo do Estado.
Resistência
Chamado às pressas a Belém, na segunda-feira (6), Hidelfonso Araújo não cedeu às pressões de interlocutores do governo e manteve a candidatura. Tão logo retornou da capital, ele retomou sua programação de visitas a municípios do sul do Pará em busca de votos dos colegas prefeitos.
Ex-inimigos
O apoio de Simão Jatene (PSDB) à candidatura de Celso Lopes causou certa estranheza no meio político. Até bem pouco tempo, os dois eram considerados inimigos irreconciliáveis, por desavenças desde a campanha de 2002, quando Jatene foi eleito pela primeira vez governador do Estado.
O caso
Jatene passou quase todo o primeiro mandato respondendo a processo na Justiça Eleitoral, por suposta utilização de aeronaves do Estado em sua campanha. E há quem atribua a Celso Lopes participação importante no episódio da denúncia contra o governador, levada a cabo pelo deputado Giovanni Queiroz (PDT).
Prazo
Os eleitores que não votaram no plebiscito de 11 de dezembro de 2011 têm até esta quinta-feira (9) para justificar sua ausência. Se não comparecerem aos cartórios eleitorais para a justificativa eles estarão sujeitos a multa e ficarão impedidos de participar de concursos públicos e tirar CPF, entre outros aborrecimentos.
Candidata
Eliane Guerra (PPS) é pré-candidata à Prefeitura de Jacundá. Ela foi uma das secretárias da administração passada, auxiliando o ex-prefeito Adão Ribeiro à frente da Secretaria de Assistência Social. O PPS local está animado e acredita no potencial de votos de sua pré-candidata.
Pinga-fogo
Em Brasília, o clima esquentou entre os senadores paraenses Mário Couto (PSDB) e Jader Barbalho (PMDB). Já na primeira aparição de Jader no plenário do Senado, na última terça-feira (7), Mário Couto usou a tribuna para atacar o adversário e anunciou uma “minissérie” com a ficha corrida do senador do PMDB. Os próximos dias prometem muita emoção.
Olho por olho
Os ataques de Mário Couto são uma resposta às matérias do jornal de Jader, que tem dado destaque às acusações de fraude na Alepa na época em que o tucano era presidente da Casa. Couto está entre os denunciados pelo Ministério Público do Estado (MPE), juntamente com sua filha, a deputada estadual Cilene Couto.

Em Jacundá, a expectativa, nesta semana, é com relação à publicação do acórdão que trata do futuro político da cidade. No final de 2011, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reconheceu o direito de Ronaldo Martins (PMDB) ter o registro de candidatura a prefeito reconhecido, o que pode mudar o comando na prefeitura.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Prestes a ser julgado no TRE, Maurino estaria propenso a renunciar, dizem rumores. Será?

No blog do Dr. Ademir Braz:

"Maurino vai renunciar? Já vai tarde!...


Rumores que circulam com muita insistência na cidade dão conta de que Maurino Magalhães (PR) agendou para a próxima sexta-feira (10/02) a sua renúncia do Executivo Municipal.

Ele já estaria convencido de que seu mandato não sobreviverá ao julgamento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) provavelmente no dia 15 deste mês e pensa que, renunciando, escapará da pena subsidiária da suspensão de seus direitos políticos.

Maurino Magalhães e seu vice Nagilson Amoury foram cassados dia 3 de outubro de 2011 pela juíza eleitoral Claudia Regina Moreira Favacho Moura, acusados da prática de “caixa 2” na campanha eleitoral de 2008."

Coisas da Política, 7 e 8 de fevereiro de 2012


Apesar das pressões em contrário, o prefeito de Abel Figueiredo, Hidelfonso de Abreu Araújo (PP), deve ser mesmo candidato à presidência da Associação dos Municípios do Araguaia, Tocantins e Carajás (Amat Carajás). Ele decidiu ouvir o apelo dos prefeitos que querem sua candidatura ao cargo.

Medicina
Nesta terça-feira (7), às 9h, o prefeito Maurino Magalhães (PR) oficializa a doação de terreno à Universidade do Estado do Pará (Uepa) para implantação da Faculdade de Medicina em Marabá. O evento será no auditório da Uepa, na Agrópolis do Incra.
Área
O terreno que será doado fica nos fundos do atual campus da Uepa, na área onde funciona hoje a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma). O secretário de Estado de Promoção Social, Nilson Pinto, e a reitora da Universidade do Estado do Pará, Marília Brasil Xavier, participam da solenidade.
Prévias
O vereador de Belém Alfredo Costa será o candidato do PT à prefeitura da capital, conforme o resultado do segundo turno das prévias do partido, realizado neste fim de semana. Por apenas 53 votos de vantagem em um universo de mais de quatro mil votantes, Costa venceu o deputado federal Cláudio Puty.
Apertado
Em Parauapebas, o secretário de Obras, José das Dores Coutinho (248 votos), venceu o deputado estadual Milton Zimmer (222 votos). Coutinho tem o apoio do prefeito Darci José Lermen na missão de levar o PT ao terceiro mandato consecutivo na prefeitura.
Prefeito não
O titular da Superintendência de Desenvolvimento Urbano de Marabá, Miguelito Gomes Filho, disse ontem (6) que não será candidato a prefeito e nem a vice-prefeito, nas eleições de 7 de outubro deste ano. A declaração foi dada durante evento do Partido Progressista (PP), do qual Miguelito é o presidente municipal.
Reeleito
O deputado federal Arnaldo Jordy foi reeleito presidente do diretório estadual do PPS no Pará. Assim, o parlamentar vai completar 20 anos na presidência do partido. O deputado estadual João Salame decidiu não participar da nova executiva.
Projeto
A Assembleia Legislativa do Estado (Alepa) deve começar a discutir esta semana o polêmico projeto de lei das parcerias público-privadas. O projeto abre caminho para conceder serviços públicos à iniciativa privada.
Nitroglicerina
Em carta aberta à população de Redenção, o ex-secretário de Agricultura, Pedro Martins Barros, o Pedro Tindô, soltou o verbo com acusações contra o prefeito Wagner Fontes (PTB). O ex-secretário criou um blog (www.pedrotindo.blogspot.com) para publicar as denúncias contra o prefeito.
Lista
Entre as acusações de Tindô contra Fontes, ameaças a servidores públicos para devolução de parte dos salários, emissão de notas fiscais frias, conivência com o furto de energia elétrica de prédios públicos, licitações fraudulentas e enriquecimento ilícito. Denúncias graves que necessitam de rigorosa apuração.

Participantes da reunião promovida por associações de municípios em Santarém para discutir o cenário do Pará pós-plebiscito, decidiram encampar a ideia de um projeto de iniciativa popular para mudar a legislação relacionada à criação de novos Estados. Nova reunião deve acontecer nos próximos dias, em Marabá, para aprofundar a discussão.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

E disse Maurino: "Amai o vosso lixo e cuidai bem dele"

No Quaradouro, blog do Ademir Braz, outro que está tentando seguir o conselho do Maurino sobre o amor e o cuidado com o lixo:


"Já afagou sua lixeira hoje?
Alimentou seu urubu de estimação?"

O Maurino foi quem falou que devemos "amar o lixo"


Do Resto do Iceberg, blog do amigo Netto Marabá, seguindo à risca o conselho do prefeito Maurino Magalhães, segundo o qual devemos amar o lixo e tratá-lo bem.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Coisas da Política, 22 e 23 de novembro de 2011

A Rede Brasil Amazônia (RBA), afiliada à Band, e a Rede Record vão promover debates sobre a divisão do Pará. O debate na RBA deve acontecer no dia 1º de dezembro e o da Record no dia 3 do mesmo mês. Serão duas ótimas oportunidades para o eleitor conhecer melhor os argumentos das frentes pró e contra a divisão.

Carreata
João Salame (PPS), Zequinha Marinho (PSC), Giovanni Queiroz (PDT), Zé Maria (PT) e Pio X (PDT). Foram esses os cinco parlamentares que encararam a população de Belém, abrindo a carreata do “Sim”, no último domingo (20), pelas ruas e avenidas da capital.
Animação
Em carro aberto, os deputados enfrentaram a hostilidade de alguns, mas conquistaram a simpatia de muitos para a causa da divisão do Estado. Mais de 100 carros participaram da carreata, com muita animação e um grande número de pessoas pedindo adesivos do “Sim”. O resultado foi avaliado positivamente pelos líderes das frentes pró-Carajás e Tapajós.
Marajó
Nesta segunda-feira (21), lideranças do Tapajós e Carajás estiveram em Anajás, no centro da Ilha do Marajó. Ali, deixaram várias lideranças assumindo a campanha do “Sim”. Entre elas, quatro vereadores, incluíndo o presidente da Câmara, e um ex-prefeito do município.
Na Alepa
A Assembléia Legislativa do Estado (Alepa) deve votar hoje (22) a indicação do ex-deputado estadual André Dias (PSDB) para vaga de conselheiro no Tribunal de Contas do Estado (TCE). Indicado pelo governador Simão Jatene, Dias deve ser aprovado com folga pelo plenário do Legislativo estadual.
Suplente
Com a ida de André Dias para o TCE, o 2º suplente de deputado federal do PSDB, Dudimar Paxiúba, reassume cadeira na Câmara. Dias é o 1º suplente e ocupa atualmente a vaga do deputado Nilson Pinto, que está secretário de Estado. Paxiúba já esteve na Câmara este ano, no lugar de Zenaldo Coutinho, que respondia pela Casa Civil do governo.
Calado
Não aconteceu nesta segunda-feira a prometida entrevista coletiva do prefeito Maurino Magalhães de Lima (PR), para falar da demissão de servidores na prefeitura. É possível que a conversa com a imprensa aconteça hoje (22), mas a Secretaria de Comunicação (Secom) não confirma nada. A Coluna tentou contato com o Gabinete do Prefeito, sem sucesso.
Atraso
A expectativa em torno da entrevista do prefeito é grande, principalmente por parte de fornecedores e servidores municipais com pagamentos atrasados na prefeitura. A esperança, que já não é muito grande, é que o prefeito faça ajustes capazes de equilibrar receitas e despesas para colocar os pagamentos em dia.
Improbidade
A ex-governadora Ana Júlia Carepa (PT) e a ex-secretária de Estado de Educação Iracy Gallo Ritizmann vão responder a processo por prática de crime de improbidade administrativa. O juiz Elder Lisboa da Costa, da 1ª Vara da Fazenda de Belém, aceitou denúncia do Ministério Público no caso dos kits escolares distribuídos pela Seduc em 2008.

A presidente Dilma Rousseff (PT) sancionou, na sexta-feira (18), a lei que institui a “Comissão da Verdade”, que tem o objetivo de esclarecer fatos do passado da Nação. Ao mesmo tempo, a presidente parece pouco interessada em esclarecer os fatos do presente, mantendo o mentiroso confesso Carlos Lupi no Ministério do Trabalho.

Parsifal Pontes: "Desconstruindo o Dr. Alex"

Perfeita a análise do deputado Parsifal Pontes sobre artigo do secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Alex Fiúza de Mello, contrário à divisão do Pará. Parsifal desmontou argumento por argumento do ex-reitor da UFPA, mais um da elite de Belém que, sem dados concretos, tenta combater a divisão do Pará na base do enrolation. AQUI você pode ler o artigo do secretário Alex Fiúza.

Divirtam-se com o excelente texto do Parsifal:

"O ex-reitor da UFPA e atual secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Pará, Alex Fiúza de Mello, deu o ar da sua pena na topografia plebiscitária: ele é contra a divisão e inaugura a sua tese voltando ao século XVIII, para lá encontrar Adam Smith e Rousseau.
Eles disseram a Fiúza que também são contra a divisão, pois, nas citadas obras de ambos ("A Riqueza das Nações" e "A Origem das Desigualdades entre os Homens", respectivamente), não existe qualquer ocorrência que possa concatenar extensão territorial com desenvolvimento.
A mediunidade não é um privilégio exclusivo do secretário. Eu estive nessa sessão espírita, e asseguro que não passa de esforço vestibular dar fundamentos territoriais às obras citadas, porque em nenhuma delas há a mais tênue correlação do elemento geográfico com as demais vertentes defendidas, até porque no Velho Mundo de antanho, território era preocupação de reis e não de filósofos.
Voltando ao presente, argumenta Fiúza de Mello que tanto países de grandes territórios quanto de pequenas dimensões são "gigantes da economia", como EUA, China e Canadá; e Japão, Suíça e Coreia, respectivamente.
Os exemplos não servem à fundamentação desejada. EUA, China e Canadá têm territórios próximos ao do Brasil, mas, o primeiro tem 50 estados e a China 34 subdivisões e três cidades estados. O Brasil apenas 27 e mais o Distrito Federal.
O Canadá é um caso à parte: por ser um dos países com maior vazio demográfico do mundo, possui 10 estados e três territórios. A grosso modo, somente este último acudiria à tese, mas, um estudo menos epidérmico da federação canadense descortinaria que o país, que já foi uma confederação, guardou tal autonomia geopolítica que seria crasso equívoco emprestar-lhe a concepção geográfica, para comparações com o Brasil.
Quanto ao exemplo dos "pequenos que são grandes", Fiúza de Mello não atentou para o tropeço cometido: o Japão, com território quase equivalente a ¼ do Pará, é dividido em 47 estados, com executivo, legislativo e judiciário autônomos. Convenhamos, isto é um exagero, mas é assim.
Quando vamos à Suíça constatamos que o secretário Fiúza só leu Smith e Rousseau para escrever o seu artigo. Cabem 30 "suíças" dentro do Pará, e a Suíça é dividida em 26 estados autônomos que, segundo a Constituição da Federação Helvética (o que nós chamamos de Suíça), são independentes e soberanos.
Quanto a Coreia, é preciso informar ao Doutor Mello que não existe a "Coreia". Na verdade há a Coreia do Norte e a Coreia do Sul. Aquela, uma ditadura militar com uma área 10 vezes menor que o Pará; mesmo assim é dividia em 13 estados; esta, uma democracia com área 11 vezes menor que o Pará, é dividida em 9 estados, seis cidades metropolitanas e um distrito federal, ou seja, 16 subdivisões.
Portanto, os exemplos usados pelo secretário, mais servem aos defensores da divisão, pois, ele mesmo afirma, e aí ele acerta, que são países com desenvolvimento admirável (exceto a Coreia do Norte, que é uma ditadura), quem sabe, porque são inteligentemente subdivididos.
Quando Fiúza de Mello se muda para o Brasil e tece a mesma lógica (há estados grandes e desenvolvidos e há estados pequenos subdesenvolvidos) mais um equívoco de avaliação é cometido, ao colocar São Paulo na conta dos grandes: São Paulo está entre os menores estados do Brasil e é o mais desenvolvido. Aliás, entre os 10 estados mais desenvolvidos do Brasil , o único com dimensão territorial considerável é Minas Gerais, mesmo assim a sua área é menos da metade da do Pará e lá, também, há "políticos mal intencionados, que não leram Smith ou Rousseau", que querem dividi-lo em três.
Quanto aos pequenos subdesenvolvidos, os exemplos citados, à exceção de Alagoas, são equivocados: o Pará está abaixo de todos os estados do Nordeste no item desenvolvimento (é o penúltimo do Brasil), o que demonstra que também são impertinentes os exemplos embarcados no artigo do ex-reitor.
Aí vem um parágrafo que o Doutor Fiúza de Mello se deveria ter poupado: assevera que o atraso do Pará se dá devido "a baixa qualidade da educação". Concordo que é um dos elementos da equação, mas, como ex-reitor da UFPA, deve saber ele o quanto é complicado prover educação no Pará, e, quero crer, ele não fez melhor na expansão do ensino superior no Estado (e como eu ouço reclamações da ausência da UFPA no interior), pela completa falta de estrutura para provê-lo em um território tão continental.
Adiante, o secretário passeia pelas mesmas argumentações já dedilhadas pelos unionistas, não deixando de repetir os bordões de efeitos midiáticos, como "dividir o Pará é dividir a miséria" e demais pérolas inconsequentes, como se fossemos uma horda de miseráveis querendo curtir, por masoquismo, sozinhos, as nossas misérias.
A certa altura, o Doutor Alex faz as vezes de cartomante, ao prever o futuro: "o Estado tende a se tornar, nos próximos anos, um dos principais polos dos investimentos nacionais e internacionais" e preconiza que o nosso PIB vai crescer "acima da média brasileira" (eu ouço isso desde o século passado). A discussão, aí, vira uma gincana de ponta-cabeça, pois, os divisionistas, prometem a mesma coisa se dividir: deu empate.
Ao final do artigo o secretário faz o rabo torcer a porca, ao desembarcar com a pisada tese diversionista de que a culpa é dos políticos (está vendo, meu caro governador, sobrou para V. Excelência: o secretário esqueceu de observar que a culpa é dos políticos que querem a divisão, que são os mal - ou maus - intencionados e etc...). Alega que se os paraenses forem capazes de eleger melhores políticos terão melhores políticas. Portanto, nós paraenses, de todos os quadrantes, na próxima eleição nos deveremos aconselhar com o Doutor Alex sobre em quem deveremos votar: ele será o nosso caudilho acadêmico-eleitoral.
Meu caro Alex, por favor, menos. Você já esteve, e agora está, em um cargo político e, com certeza, vivencia as dificuldades de não se ver capaz de realizar aquilo que a sua inteligência poderia providenciar, e não é que você não seja um bom quadro: é somente a sua ideia que não corresponde ao fato que você edifica (o início da sentença é com o Cazuza).
Meu caro governador, desculpe-me mais uma vez lhe incomodar, mas, seria de bom proveito, devido às circunstâncias, que V. Excelência pedisse aos seus auxiliares que deixem só o Orly no embate: o danado, sozinho, sem o Smith e sem o Rousseau, somente com uma cuia de tacacá e uma partícula diminutiva, está dando conta do recado.
Meu caro Orly, tu ficas me devendo esta."

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Dissimulado


Coisas da Política, 19 a 21 de novembro de 2011


Moradores que tiveram suas casas alagadas nas chuvas dos últimos dias pretendem ingressar na Justiça contra o Município de Marabá, pedindo ressarcimento dos prejuízos. Alegam que a prefeitura não limpou as grotas que cortam a cidade, o que levou a enxurrada a invadir as residências.

Carajás
Neste sábado, às 16h, o prefeito de Curionópolis, Wenderson Chamon (PMDB), lidera movimentação pró-Carajás em seu município. Carreata e ato público vão marcar a participação de Curionópolis na campanha pela divisão do Pará.
Plenária
Também hoje (19), Parauapebas realiza carreata em prol da causa. Em Belém, haverá plenária na sede da Tuna Luso Brasileira, com a participação de membros da Frente Pró-Carajás.
Leilão
Em Xinguara, ainda neste sábado,  a população está empenhada na realização de grande leilão para arrecadar fundos para a reta final da campanha. No domingo, a festa será no bairro São Félix, em Marabá, reunindo lideranças de vários municípios da região.
Ex-amigos
Jader Barbalho (PMDB), dizem, está um poço de mágoas com os caciques de seu partido, porque estes não teriam movido uma palha para acelerar o julgamento do processo dele no Supremo Tribunal Federal (STF). Michel Temer, José Sarney, Renan Calheiros, dentre outros, são nomes que não devem ser lembrados perto de Jader, nesses dias.
Coletiva
O prefeito Maurino Magalhães (PR) deve reunir a imprensa na próxima segunda-feira (21) para anunciar reforma administrativa que pretende fazer em seu governo. Aliás, segundo o que corre nos bastidores, a reforma já começou, com a demissão de 400 funcionários comissionados na última quarta-feira (16).
Folha
Pressionado pela falta de recursos para os salários de outubro, Maurino parece ter decidido, enfim, enxugar a folha, inchada desde o primeiro ano de seu governo. Em março de 2009, a Coluna publicou o espantoso crescimento da folha salarial da prefeitura, que subiu de R$ 8,1 milhões em dezembro de 2008 para R$ 11,4 milhões em fevereiro de 2009.
Atraso
De lá para cá, tudo indica que os números não pararam de crescer, já que novas secretarias foram criadas pelo governo municipal, culminando agora no atraso dos salários. Segundo as informações correntes, estão sem receber os servidores de dois terços das secretarias municipais. E tudo às vésperas de dezembro, com o 13º salário às portas.
Fila do SUS
O tititi da semana é sobre o que foi fazer o deputado federal Arnaldo Jordy (PPS-PA) no Pronto-Socorro Municipal de Belém, durante crise renal numa noite desta semana. Por que será que Jordy não usou a cobertura médica que lhe oferece a Câmara dos Deputados e preferiu uma unidade da rede municipal de Belém?
Factóide
Tem gente achando que a opção pelo pronto-socorro do município não passou de publicidade da pré-campanha para a Prefeitura de Belém, já que é de domínio público que Jordy não tira da cabeça o sonho de ser prefeito da capital. Será?

A Câmara Municipal de Rio Maria é mais uma a aprovar aumento de suas vagas, a partir da próxima Legislatura. O número de vereadores passa de nove para onze, com a emenda à Lei Orgânica do Município aprovada na última quarta-feira (16). Nenhum dos atuais vereadores votou contra o projeto.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Coisas da Política, 15 e 16 de novembro de 2011

O deputado federal Wandenkolk Gonçalves (PSDB) confirmou que continuará no Congresso Nacional até 2014, a pedido do governador Simão Jatene. Com essa decisão, o candidato tucano a prefeito de Altamira, cargo almejado por Gonçalves, será o ex-deputado Nicias Ribeiro, o preferido do governador.

Pelo ‘Sim’
Deputados João Salame (PPS) e Giovanni Queiroz (PDT) com o pé na estrada na campanha do “Sim”. No último sábado (12), estiveram em Barcarena e Abaetetuba. Domingo, participaram de eventos em Mocajuba e Igarapé-Açu. Ontem (14), passaram por Tailândia, Moju e Acará.
Adesões
Nesta terça-feira, os dois deputados estarão em Limoeiro do Ajuru, Oeiras do Pará e Cametá. Salame e Giovanni conseguiram adesões importantes para o “Sim”, em todos os municípios por onde passaram. E, é bom que se diga, todas as cidades visitadas fazem parte do Novo Pará.
Sem descanso
Outro que está trabalhando duro na campanha pela criação do Tapajós e Carajás é o deputado federal Zequinha Marinho (PSC). No feriado prolongado, Marinho está cumprindo extensa agenda em municípios da Ilha do Marajó, Região do Salgado e outras áreas do Pará remanescente.
Reforço
A expectativa é de que, nos próximos dias, os demais parlamentares do sul e sudeste do Pará possam reforçar a campanha do “Sim”, que tem crescido muito nos últimos dias, especialmente depois do início do horário eleitoral gratuito do rádio e TV. Pesquisas quali das frentes pró-Carajás e pró-tapajós mostram um cenário otimista.
Mudança
As pesquisas são para consumo interno da campanha e foram feitas exclusivamente com grupos de eleitores declarados do “Não”. Depois de assistir aos programas, mais da metade dos pesquisados têm mudado sua declaração de voto. E se mostram convencidos de que devem votar “Sim”, no plebiscito de 11 de dezembro.
Greve
Há muito não se falava em greve de servidores públicos municipais em Marabá, por causa de atraso de salários. Mas é o que pode acontecer a qualquer momento, a partir desta quarta-feira (16), se o prefeito Maurino Magalhães (PR) não efetuar o pagamento de outubro.
Sem dindin
De acordo com os sindicatos que representam o funcionalismo da prefeitura, a maioria das secretarias ainda não depositou os salários dos servidores. Leia matéria completa sobre o assunto, nesta página.
Sinecura
Informa o jornalista Lauro Jardim, na coluna Radar na Veja desta semana, que o PT deve entregar à ex-governadora Ana Júlia Carepa uma diretoria da empresa de capitalização Brasilcap, da qual um dos sócios é o Banco do Brasil. O salário, segundo Jardim, é de R$ 30 mil, mais carro com motorista e outros mimos.
Caos
Ana Júlia é a mesma que deixou o Pará com as finanças em frangalhos, de acordo com os números divulgados pelo atual governo. O Estado está ainda impedido de contrair empréstimos externos por faltar a devida prestação de contas em muitas operações de créditos efetivadas no governo da petista.

O ex-prefeito de Marabá, Hamilton Bezerra, foi absolvido à unanimidade pelo Tribunal de Justiça do Estado. Prefeito na década de 80, ele foi acusado por falhas nas prestações de contas de sua gestão. A defesa alegou a prescrição do crime, tese acolhida pelo TJE. As informações são do jornalista Ademir Braz, no blog “Quaradouro”.